Meio Ambiente

Frascos PET

O PET é um dos plásticos com maior capacidade de reciclagem do mundo devido a grande variedade de materiais que podem ser obtidos a partir  dele, tais como fibras têxteis, tapetes, carpetes, não-tecidos, embalagens, filmes, fitas, cordas, compostos, etc.

A embalagem PET é 100% reciclável, e para isso são gastos em média apenas 30% da energia necessária para obtenção da matéria–prima virgem.

Os frascos de PET  utilizados para envase do vinagre são produzidos pela Castelo e totalizando uma média de  260.000 frascos por dia e todo frasco produzido pela empresa que não esteja em condição de uso é destinado à cooperativas de reciclagem.

E empresa está sempre revendo seus produtos e processos procurando alternativas que contribuam com o meio ambiente, uma das ações foi a redução da gramatura do pet na linha de vinagres e molhos para salada.

Rótulos e Embalagens

Preocupada com a preservação do meio ambiente, a Castelo utiliza materiais ecologicamente corretos para rotular e transportar seus produtos. Toda linha de molhos condimentados vem com rótulos feitos com papel produzido a partir de árvores de reflorestamento, com selo de garantia da ONG internacional, Forest Stewardship Council (FSC) - Conselho de Manejo Florestal. A empresa também adotou caixas de embarque, produzidas com fibra de bagaços de cana-de-açúcar.   
Além de evitar que os bagaços sejam jogados em aterros sanitários, a técnica garante a mesma qualidade dos papéis confeccionados a partir da fibra virgem.
A empresa está contribuindo para promover o desenvolvimento de uma economia sustentável, que visa a proteção ambiental, a responsabilidade social e desenvolvimento das comunidades que vivem nas proximidades das matas.

Reciclagem

Assim como as embalagens PET, todo material reciclável é separado e encaminhado à cooperativas para serem reciclados. Por exemplo, caixas de papelão, vidros, filmes plásticos, papéis, metais, etc.

Geração de gases

Nos fermentadores (equipamentos responsáveis pela produção de vinagre), são gerados gases resultantes da fermentação acética. Esses gases são captados e encaminhados para uma coluna de lavagem de gases, onde posteriormente serão reaproveitados no processo. Esse processo tem como objetivo evitar que gases resultantes do processo sejam lançados na atmosfera.

Estação de Tratamento de Água Potável

A água utilizada pela Castelo é captada por poços artesianos, e passa por tratamentos físicos e químicos em nossa estação de tratamento de água (ETA). Essa estação tem como objetivo tornar a água potável, própria para o consumo humano, isenta de contaminações evitando assim transmissões de doenças.
A água tratada é monitorada constantemente, assegurando sua conformidade com os padrões de qualidade estipulados pelo Ministério da Saúde.
Toda o volume de água captado, é controlado pela empresa que gerencia as águas e esgotos da cidade.

Estação de Tratamento de Esgoto

A estação de tratamento de esgoto (ETE) é encarregada de remover os poluentes do esgoto gerado pela empresa, lançando dessa forma na rede coletora um produto conforme exigido pela legislação ambiental.
Assim como a ETA a ETE também é controlada pela empresa que gerencia as águas e esgotos da cidade.

Geração de vapor

Devido à necessidade de certas fases do processo necessitarem de aquecimento, utiliza-se vapor gerado por uma caldeira, a qual passa por inspeções periódicas. Com isso garantindo seu bom funcionamento evitando a emissão de poluentes para o meio ambiente.